Se você ainda está em dúvida quanto à escolha do cardápio para casamento, nós podemos te ajudar! Confira.

Menu Degustação Nani Bernardo

Um dos pontos altos da festa de casamento é com certeza a comida. A escolha do cardápio para casamento se torna, portanto, difícil e fundamental. Há noivos que possuem intolerâncias, por exemplo, e precisam de algo específico. Outros, querem ilhas gastronômicas com medo do jantar não ser suficiente para os convidados. E alguns têm dúvidas quanto ao estilo do casamento e o cardápio ideal. Para ajudar com todas estas questões, conversamos com a especialista Nani Bernardo que é referência em gastronomia de casamento em São Paulo e no Brasil todo.

Escolha do cardápio para casamento

Antes de tudo é preciso levar em conta alguns fatores que influenciam em toda a escolha do cardápio.

  • Verifique o estilo, horário e local da cerimônia;
  • Número de convidados;
  • Pense sempre nos convidados e não só no que os noivos gostam;
  • Se tiver qualquer restrição alimentar, avise ao buffet;
  • Verifique a equipe de garçons necessária para cada serviço;
  • É de bom tom que sirva, pelo menos, um coquetel, uma entrada, uma massa, uma proteína e uma sobremesa;
  • Escolha entre os menus de: Jantar/Almoço empratado; Menu Degustação/ Finger Food e Jantar Americano;
  • Quantidade de garçom por pessoa: empratado 1 garçom para 8 convidados, menu degustação e jantar americano 1 garçom para 10 convidados.

Entrada Nani Bernardo

Jantar Nani Bernardo

Sobremesa Nani Bernardo

Veja também

6 Dicas de Etiqueta fundamentais para os convites de casamento

30 ideias de lembrancinhas de casamento, de comestíveis a sustentáveis

9 dicas para você economizar ao planejar seu casamento

1. Jantar/Almoço Empratado

Segundo Nani Bernardo, o cardápio empratado é o mais requintado e caro de todos. Neste tipo de serviço, todos os convidados permanecem sentados e os garçons trazem os pratos prontos da cozinha. Em um jantar mais longo, são cerca de 5 pratos. Em um mais curto, 4 pratos.

Este tipo de serviço funciona melhor em uma festa menor, como mini wedding, pois os convidados devem permanecer sentados, o que engessa mais a festa e o serviço. É fundamental que os convidados sentados na mesma mesa se conheçam, já que a circulação fica restrita pelo cardápio.

Almoço/ Jantar Empratado

2. Menu Degustação/ Finger Food

Neste tipo de serviço, segundo Nani, as pessoas podem se manter em circulação, pois os garçons levam até elas os pratos, que são menores e feitos para se comer de pé. Apenas os familiares e pessoas mais velhas permanecem sentadas. O restante pode comer em um lounge ou na pista mesmo, se preferir.

Menu Degustação Nani Bernardo

Menu Degustação Nani Bernardo

3. Jantar Americano

O jantar americano também é um serviço mais formal, mas há circulação no salão para pegar a comida, já que ela fica disposta em rechôs e os convidados vão até lá para se servir. Nani destaca que os pratos ficam no serviço e os talheres e copos ficam nas mesas, para facilitar a dinâmica da festa e a pessoa poder se servir mais de uma vez. Esse serviço dura de 1h30 min a 2h30 min, pois pode-se manter os rechôs na festa após o jantar, caso os noivos queiram. Neste serviço os convidados se servem com a quantidade de comida que querem, diferentemente do empratado.

Jantar Americano Nani Bernardo

Jantar Americano Nani Bernardo

4. Jantar à Francesa

Segundo Nani, esse serviço já quase não é usual no Brasil. Nele, o garçom percorre o salão com o carrinho e serve cada convidado na mesa.

5. Ilha Gastronômica

Muitos noivos estão optando por ilhas gastronômicas no casamento. Seja por querer alguma comida diferenciada ou por medo de que os convidados não se sintam satisfeitos, a moda pegou! Para Nani, a ilha independe do formato do casamento, pois pode ser usada em qualquer tipo de serviço, mas acaba encarecendo festa. Elas podem ser feitas de forma temática, como mexicana, japonesa, italiana, ou com os canapés frios de entrada da festa.

Ilha Gastronômica Nani Bernardo

Ilha Gastronômica Nani Bernardo

Para ter a ilha no casamento, Nani ressalta que verifica a estrutura do local, número de convidados e cardápio dos noivos, indicando ou não a sua utilização.

6. Restrições Alimentares

Quando a restrição alimentar é de um dos noivos ou dos dois, Nani afirma que o cardápio da festa deve todo ser feito adaptado, pois o risco deles esquecerem e provar algo é grande e ninguém quer ver os noivos passando mal, não é mesmo? Mas o intuito de um bom buffet é fazer comidas especiais que agradem o paladar de todos e os convidados nem se lembrem que o cardápio possui restrição.

Cardápio com restrição alimentar

No caso de cardápios temáticos, como indiano, árabe, Nani dá um toque da comida em alguns pratos e faz outros mais leves para que todos possam comer e gostar, mesmo não conhecendo o menu.

Menus temáticos na ilha gastronômica

7. Estilo do casamento e cardápio

Para Nani, o cardápio do casamento já é feito pensando em toda a temática, gosto dos noivos e local. Ela realiza uma reunião com eles e vai direcionando o que acha melhor para cada festa. Por exemplo, um casamento na praia combina bem com o Menu Degustação usando peixes e comidas leves. O Empratado e Americano já são mais tradicionais, e ficam bem em um local fechado e em mini weddings, podendo servir duas ou mais proteínas. Para o casamento no campo, Nani indica as comidas brasileiras, puxando para o mineiro. E um dos destaques é o buffet japonês , que está super em alta.

Cardápio único para cada casamento – Buffet Nani Bernardo

Nani ressalta que não trabalha com cardápios prontos e monta um menu para cada casal, pois acredita que o casamento é algo único e merece ser tratado dessa forma até na comida. Em seu serviço estão inclusos a estrutura da cozinha, materiais (pratos, copos, talheres e guardanapos de linho) e garçons. Não há taxa de rolha. Os noivos só precisam avisá-la anteriormente qual será a bebida a ser servida para que ela separe os copos. Decoração, toalhas e bar de drinks não entram no serviço.