Como você deve ter percebido, não é fácil escolher um tema para uma festa infantil. Mesmo que a criança decida por algum personagem de TV, ainda há muitas possibilidades. O tema precisa, evidentemente, estar relacionado ao universo do pequeno aniversariante. Embora seja mais comum vermos temáticas de desenhos animados, nem todas as crianças as aprovam. Algumas preferem temas mais abrangentes, como “carros”, outras preferem temas que não tem muito a ver com a infância, como times de futebol.

Se você iniciar o planejamento com uns dias de antecedência, é possível chegar ao melhor tema e ainda economizar dinheiro. Com tempo de sobra, você poderá comparar preços com calma para encontrar caminhos vantajosos. Mas você sabe como fazer isso? Vamos lhe ajudar. Preparamos 7 dicas para escolher o melhor tema para a festa infantil do seu filho. Acompanhe.

  1. A idade é a base

Não adianta criar uma festa “genérica” para uma criança. Por sermos adultos, muitas vezes relevamos a importância da idade para uma festa. Um aniversário adequável a qualquer idade deixa muito a desejar para o aniversariante e seus amigos. Pior ainda quando a temática tem mais a ver com crianças de outra faixa etária. Por exemplo, uma festa com o tema “Disney” não é muito interessante para um garotinho de 12 anos. Em compensação, ele talvez adore o tema “Ben 10”. E a idade não indicará apenas a temática. Você saberá a forma da decoração, as músicas que deverão ser tocadas, as brincadeiras, os tipos de doces, as lembrancinhas, etc.

  1. Planejamento

Se você está lendo esse texto é porque já está planejando a festa. Mas é preciso organizar os aspectos referentes ao tema. Você irá alugar salão de festa? Verifique se eles possuem temáticas prontas. Muitas vezes é possível economizar com isso. Mas como nem sempre há um tema que agradaria seu filho, pense em outras possibilidades.

Deseja alugar uma decoração? Se essa for a escolha, converse muito antecipadamente com a empresa para saber se eles darão conta do que você pedirá. Verifique se o material é bom, se as cores funcionam, etc. Se você deseja criar sozinha a decoração, certifique-se de começar antecipadamente para dar tempo de consertar os eventuais erros. E anote todas as etapas do planejamento, é claro.

  1. Temas gerais e temas específicos

Você tem duas opções de temas: os gerais e os específicos. Os primeiros são ideais para crianças de até 2 anos de idade. Isso porque você não fará uma decoração com base em um desenho ou personagem, e sim num tema genérico: dinossauro, circo, flores, borboletas, etc. Os temas específicos são perfeitos para crianças entre 3 e 7 anos, pois é uma fase em que eles têm grande apego por personagens da TV e do cinema. Os mais velhos também apreciam temas específicos, mas é preciso ter mais cuidado para não errar.

  1. Ouça a criança

Não é possível realizar uma boa festa sem ouvir a opinião da criança. Muitos pais cometem o erro de fazer um tema que eles apreciam. Para não gerar desapontamento, pergunte ao seu filho ou filha o que ele prefere. Isso não significa que você acatará todas as ideias dele, mas que serão indicadores para seu planejamento. A criança pode estar em dúvida, então analise outros fatores, como o tema mais presente em seus objetos pessoais.

  1. Observe seu filho

Sim, dissemos que você pode perguntar ao seu filho ou filha qual tema daria a melhor festa. Mas, como você sabe muito bem, a resposta da criança nem sempre é satisfatória. Às vezes nem mesmo eles sabem quais são seus personagens favoritos e têm dificuldades de dizer. Então observe seu filho ou sua filha por uns dias. Assista TV, filmes e séries animadas com ele para descobrir o que ele realmente gosta. Essa dica para descobrir o tema é infalível, pois a criança demonstrará, através da fala e do comportamento, o que lhe empolga de verdade.

  1. A questão da criatividade

Mesmo se você for contratar empresas de festa, precisa ser criativa. As crianças costumam gostar de coisas da moda por causa da TV. Se o personagem do tema for bastante famoso, é evidente que outras milhares de festas o usam como tema. Portanto, é preciso ter um pouco de originalidade.

Um tema diferente também pode ser a alternativa. Por exemplo, ao invés de pegar um desenho animado ou personagem de filme, por que não fazer uma festa sobre simplesmente “desenhos animados” ou “filmes”? Se você gosta de artesanato, faça alguma lembrança ou decoração você mesma. Dê o seu toque sem esquecer que a festa é da criança, evidentemente.

  1. Acompanhe a atualidade

Demos dicas para ser original, mas também é preciso estar acompanhando as tendências de festas infantis. Há muita coisa interessante, e utilizá-las, além de dar um toque diferenciado na temática, aproximará a festa ao nosso tempo. Como as tendências mudam a todo o momento, faça pesquisas sobre os temas atuais. O objetivo aqui não é encontrar um tema específico, mas sim encontrar ideias aproveitáveis.