Se está cheio de dúvidas quanto ao buffet para casamento, veja as dicas que temos e escolha o certo para você!

Decidir o serviço e tipo de comida a servir no casamento não é uma tarefa nada fácil. Afinal, são diversos cardápios, as degustações são necessárias e até mesmo o serviço fica à critério dos noivos. E como bons brasileiros que somos, é claro que queremos que todos os convidados saiam falando bem da alimentação, não é mesmo? Separamos algumas dicas que podem ajudar nesta questão e levá-los até o buffet para casamento ideal.

Como escolher o buffet para casamento

Antes de tudo, precisamos compreender como surgiu a tradição de servir aos convidados nas festas de casamento, que são um ritual tradicional das sociedades. No passado, eram feitos grandes bailes para celebrar a união dos reis, e até mesmo entre os plebeus se comemoravam as uniões. E como toda boa festa, a comida não pode faltar! Vide a história do casamento no Wikipedia.

E o que significa buffet (palavra em inglês), ou bufê? É servir a alimentação para uma grande quantidade de pessoas. E isso inclui comida e bebida!

1. Serviços de buffet

Geralmente o serviço de buffet está incluso no contrato do espaço. Mas atualmente muitos locais fazem locação sem incluir a alimentação, deixando ao gosto dos noivos a seleção do fornecedor que mais agrade. Entretanto, a casa precisa estar preparada para receber esse tipo de serviço. Fique atento aos detalhes técnicos e visite a cozinha para averiguar se possuem pia, fornos, fogão, bancadas, o mínimo necessário.

Serviço de buffet do local

Prós

A comodidade de se contratar o serviço de alimentação e bebidas do espaço do casamento é grande, já que a equipe conhece a casa, está habituada a trabalhar no ambiente e os riscos de erro são menores. Além disso, a quebra contratual ou eventualidades que possam vir a acontecer no dia acabam sendo de responsabilidade da casa.

Contras

Os pontos contrários são um menu restrito, acostumado a servir o que a casa já tem no cardápio sem muitas variações, e paladar que pode não agradar tanto os noivos, mas já que está no pacote eles aceitam. Não façam isso! Verifiquem sempre a possibilidade de troca de materiais e alimentos antes da contratação.

Serviço de buffet de fora

Prós

O buffet contratado fora do espaço de eventos pode ter um preço bem melhor do que o já fechado com a casa, além de variedades de menus que agradem muito mais aos noivos. Alguns até mesmo desenvolvem um cardápio específico para cada casal, como acontece na Nani Bernardo Gastronomia.

Contras

As chances de eventualidades e quebra contratual podem ser maiores caso os noivos não “amarrem” tudo corretamente no contrato. Além do serviço poder não conhecer a casa e dificultar a movimentação.

Para resolver essas questões, faça uma visita técnica com a equipe contratada antes do evento e veja se está tudo OK ou se precisarão de algum material.

2. Seleção dos tipos de cardápio

O cardápio do casamento é o ponto alto do serviço de festa e deve ser muito bem selecionado. Aqui temos algumas dicas que podem ajudar nesta questão, que envolve horário da cerimônia e da festa, estação do ano, número de convidados, e por aí vai: Dicas fundamentais para escolher o cardápio para casamento.

  • Verifique o estilo, horário e local da cerimônia;
  • Número de convidados;
  • Pense sempre nos convidados e não só no que os noivos gostam;
  • Se tiver qualquer restrição alimentar, avise ao buffet;
  • Verifique a equipe de garçons necessária para cada serviço;
  • É de bom tom que sirva, pelo menos, um coquetel, uma entrada, uma massa, uma proteína e uma sobremesa.

3. O que servir de acordo com o estilo do casamento

Será que o estilo de casamento interfere no buffet? Mas é claro que sim! Existem diversos tipos de menu e serviço que cabem bem em cada ocasião. Por exemplo, um casamento tradicional e clássico pede um jantar/almoço completo, que pode ser empratado, americano ou à francesa. Um casamento na praia, mais despojado, pede um buffet mais ao estilo, com finger food, peixes e alimentos leves. Assim como um casamento no campo pode ir pelo viés mais country e servir comidas típicas, como a mineira, por exemplo. Já para o mini wedding, que contém poucos convidados, pode ser feito bem ao estilo dos noivos e até mesmo usar o serviço super difícil e sofisticado do jantar/almoço empratado.

Para entender melhor, dicas da Nani Bernardo

Empratado

O cardápio empratado é o mais requintado e caro de todos. Neste tipo de serviço, todos os convidados permanecem sentados e os garçons trazem os pratos prontos da cozinha. Em um jantar mais longo, são cerca de 5 pratos. Em um mais curto, 4 pratos.

Menu Degustação/ Finger Food

as pessoas podem se manter em circulação, pois os garçons levam até elas os pratos, que são menores e feitos para se comer de pé. Apenas os familiares e pessoas mais velhas permanecem sentadas. O restante pode comer em um lounge ou na pista mesmo, se preferir.

Americano

O jantar americano também é um serviço mais formal, mas há circulação no salão para pegar a comida, já que ela fica disposta em rechôs e os convidados vão até lá para se servir. Os pratos ficam no serviço e os talheres e copos ficam nas mesas, para facilitar a dinâmica da festa e a pessoa poder se servir mais de uma vez. Esse serviço dura de 1h30 min a 2h30 min, pois pode-se manter os rechôs na festa após o jantar, caso os noivos queiram. Neste serviço os convidados se servem com a quantidade de comida que querem, diferentemente do empratado.

À francesa

Serviço não tão usual no Brasil, o garçom percorre o salão com o carrinho e serve cada convidado na mesa.

4. Como servir seus convidados

O serviço de buffet também depende do estilo dos seus convidados, e isso só os noivos podem dizer. Se você acha seus convidados mais tranquilos e que gostam de uma boa comida, invista em um cardápio completo. Mas se eles gostam mais de festa e de ficar na pista, que tal um Finger Food? Também há opções mistas, em que a festa começa com aperitivos volantes e depois servem o menu principal. Observe seus amigos e familiares pensando na escolha.

5. Quantidade de garçons necessário/ serviço

A quantidade de garçons para o serviço de buffet está diretamente ligada ao tipo de serviço que você escolheu para a festa. Nani Bernardo destaca: empratado 1 garçom para 8 convidados, menu degustação e jantar americano 1 garçom para 10 convidados.

6. Bebidas e harmonização com o cardápio

As bebidas são parte fundamental do serviço de buffet da sua festa, afinal elas devem harmonizar com o cardápio. Em geral, pense no seguinte:

Estações mais quentes

Sirva muito suco, água, refrigerantes, espumante e até uma cerveja cai muito bem. Evite os vinhos mais específicos e cardápios mais pesados, como carne de porco. Caipirinhas de frutas, batidinhas são a cara do calor e combinam bem com um menu degustação.

Estações mais frias

Nas estações mais frias você poderá optar por um menu com carnes, queijos e bons vinhos. Além das outras bebidas das estações quentes, que também combinam com tudo. Whisky também será uma boa opção.

7. Como calcular a quantidade de comida e bebida ideal para o casamento

Antes de calcular a quantidade, lembre-se:

Horário da festa

Festa de dia consome menos bebida alcoólica e mais comida. Festa à noite é o inverso.

Tipo de serviço

Se você servir um coquetel precedendo o jantar, as pessoas consumirão menos na hora de jantar. Se para o casamento for um brunch ou só coquetel, sem jantar ou almoço, deve-se caprichar nas entradinhas.

Tempo de duração do evento

Quanto mais longa for sua festa, mas comida e bebida as pessoas irão consumir. Se houverem vários momentos antes da festa, pense em entradinhas para saciar um pouco antes do menu principal e segurar a fome na cerimônia.

Quantidade de crianças e adultos

Duas crianças equivalem a um adulto na contagem.

Salgados

  • 5 a 8 salgadinhos por pessoa se houver almoço ou jantar após o coquetel;
  • 15 a 18 salgadinhos ou canapés por pessoa se houver apenas coquetel;
  • 150g de massa caso haja algum acompanhamento / 200g caso não haja acompanhamento;
  • 200g de carne branca ou vermelha caso haja acompanhamento;
  • 120g de frutas e vegetais por pessoa;
  • 5 a 6 doces por pessoa;
  • 2 bem-casados por pessoa;
  • 60g de bolo por pessoa caso haja alguma outra sobremesa /100g de bolo por pessoa caso seja a sobremesa principal;
  • 1 bola de sorvete por pessoa, caso vá servir com o bolo.
  • Champanhe ou espumante: 1 garrafa para cada 3 convidados (se for a única bebida) / se for apenas para o brinde calcula-se 1 garrafa para cada 6 convidados;
  • Vinho tinto: 1 garrafa para cada 10 convidados;
  • Cerveja: 1,5 latinhas para cada convidado ou 1 garrafa para 4 pessoas (se tiver outra bebida);
  • Whisky: 1 garrafa para cada 10 convidados;
  • Refrigerante: 400ml cada convidado;
  • Água: 1,5 garrafas para cada convidado;
  • Energético: 1 lata para cada 3 convidados.
  • 1 garrafa por pessoa 600ml (se não tiver outras bebidas).

8. Como evitar que os convidados saiam falando mal da sua festa

Festa boa é aquela com comida perfeita e pista cheia, não é mesmo? Então siga algumas dicas infalíveis para conquistar o paladar dos seus convidados:

  1. Não os deixe esperando muito tempo sem servir nada (tanto de comida quanto de bebida);
  2. Não sirva comida fria ou gordurosa e nem bebida alcoólica quente;
  3. Não regule o serviço – seja em bebida, comida ou doce;
  4. Não deixe faltar água, ainda mais se os convidados gostarem de ficar na pista;
  5. Não demore muito para abrir o serviço na festa. Não faça seus convidados esperarem as sessões de foto e entrada dos noivos. Deixe-os sempre servidos e agradáveis no ambiente;

9. Antes de contratar o serviço, o que você DEVE perguntar

Seja buffet do espaço de eventos ou de fora, você deve tirar todas as dúvidas antes de contratar o serviço para que não tenha surpresas desagradáveis no final. Lembre-se de verificar:

  1. Todas as cláusulas contratuais;
  2. Horas de serviço;
  3. Quantidade de garçons;
  4. Valor caso exceda o número de convidados na festa;
  5. Horário de montagem e tempo de serviço de cada menu escolhido;
  6. Garantia de serviço no dia assim como degustaram;
  7. O que está incluso no serviço (garços, pratos, talheres, guardanapos, copos, taças);
  8. Pessoa responsável pelo serviço em sua festa e metre;
  9. Alimentação de STAFF inclusa. Sim ou não e qual o valor.

10. Cardápios específicos e ilhas gastronômicas

Se você quer um cardápio único e exclusivo, seja por algum tipo de intolerância alimentar ou por preferência de gosto mesmo, é necessário pensar em seus convidados e também ver se vale a pena colocar no menu completo ou montar uma ilha gastronômica. Para ter a ilha no casamento, Nani Bernardo ressalta que verifica a estrutura do local, número de convidados e cardápio dos noivos, indicando ou não a sua utilização.

Quando a restrição alimentar é de um dos noivos ou dos dois, Nani afirma que o cardápio da festa deve todo ser feito adaptado, pois o risco deles esquecerem e provar algo é grande e ninguém quer ver os noivos passando mal, não é mesmo? Mas o intuito de um bom buffet é fazer comidas especiais que agradem o paladar de todos e os convidados nem se lembrem que o cardápio possui restrição.